Quatro Décadas sem Bon Scott

Confira também esta matéria em áudio!

No dia 19 de Fevereiro de 1980, um dos ícones do rock pesado deixa o mundo, mas, seu legado permanece até hoje.

O escocês radicado na Austrália nasceu em 09 de Julho no ano de 1946, antes de assumir os vocais de AC/DC ele era motorista de van, chegou a cantar em três bandas, mas, seu destino migrou para o grupo dos irmãos Young, na ocasião eles tinham um vocalista chamado Dave Evans, mas, Scott assumiu os vocais, gravando o primeiro álbum do grupo, o clássico High Voltage, seguido por trabalhos que são obrigatórios na coleção de qualquer apaixonado por rock, são eles: T.N.T., Dirt Deeds Done Dirt Chips, Let There Be Rock, Powerage e Highway to Hell.

O cantor tinha um estilo irreverente, debochado, fazia o tipo roqueiro largado, em seus clips é percebido tudo isso, sua risada irônica, muitas vezes se apresentando sem camisa, tatuagens mal feitas, em certa ocasião se trajou de menininha com trancinhas, deixando para sempre sua marca, mas, o frotman teve uma curta carreira, no dia 19 de Fevereiro de 1980 em Londres/ING ele faleceu sufocado pelo próprio vomito, na versão mais famosa, ele havia bebido demais, um amigo o levou para a casa e no dia seguinte veio a noticia do seu falecimento, ele sofria de asma, a baixa temperatura daquela época do ano na Europa, e o excesso de álcool foi à combinação para seu fim.

Ele foi enterrado na Austrália, onde pode ser encontrada sua estatua (feita em 2008), a banda seguiu com outro vocalista – o inglês Brian Johnson – no mesmo ano de sua morte foi lançado o álbum Back in Black (já com o novo vocal) mostrando profissionalismo, nos próximos anos foram produzidos mais 11 álbuns.

Nesses 41 anos, ele nunca foi esquecido, sendo considerado um marco no rock pesado, querido por fãs de classic rock até heavy metal.

28770cookie-checkQuatro Décadas sem Bon Scott
Adicionar aos favoritos o Link permanente.
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments